4 benefícios cardiorrespiratórios do ciclismo

4 benefícios cardiorrespiratórios do ciclismo

Pedalar pode ser mais do que um hobbie, e se transformar também numa ferramenta potente para fortalecer seu sistema cardiorrespiratórios. Com atividades de pouco mais que 30 minutos por dia, você pode evitar doenças crônicas relacionadas ao coração e até reduzir os impactos da diabetes.

Além de seu papel fundamental no ganho de força e resistência, e até mesmo fama no combate de problemas relacionadas à depressão, um dos benefícios cardiorrespiratório do ciclismo mais marcantes diz respeito à prevenção do infarto e de outros problemas relacionados ao sistema circulatório, garantindo saúde e bem-estar aos praticantes.

 

Neste artigo, você vai conferir 4 dos principais benefícios do ciclismo para a saúde do sistema cardiorrespiratório, mesmo para aqueles que praticam a atividade apenas algumas vezes na semana.

Fortalece o coração

O ciclismo já é um esporte reconhecido por seu papel no fortalecimento dos músculos das pernas, abdômen e até mesmo ombros. Porém,
além disso, ele tem um impcardiorrespiratóriosortante papel no fortalecimento dos músculos do coração.

 

Por trás disso, não há nenhum mistério. Durante a prática de ciclismo, há um aumento significativo da frequência cardíaca e o corpo passa a bombear mais sangue para todo os órgãos e membros.

 

A longo prazo, essa atividade regular fortalece o coração e o torna muito mais eficiente em seu serviço. Os ciclos que acompanham o bombear de sangue, também identificados pela batida do coração, se tornam mais fortes e o órgão passa a depender de menos batidas para fazer o sangue circular da maneira correta.

Reduz o risco de infarto

cardiorrespiratóriosO ciclismo também é uma das melhores formas de evitar o infarto e derrame, aproveitando aquela breve corrida matinal para cuidar da saúde de seu sistema cardiorrespiratório.

De acordo com especialistas, um passeio de bicicleta curto, mesmo aquele de apenas 30

minutos por dia, é responsável por reduzir drasticamente as chances de um derrame.

 

Basicamente, isso acontece porque o ciclismo auxilia na redução do colesterol, além de diminuir consideravelmente o nível de gordura no sangue. Por isso, pessoas que querem perder gorduras localizadas, principalmente na região do abdômen, podem usar o esporte a seu favor, também, já que o ciclismo é responsável por combater a gordura localizada.

Além disso, o ciclismo ajuda a diminuir o nível de glicemia no sangue, ajudando pessoas com diabetes a lutar contra os males da doença.

Melhora sua respiração

Os movimentos rítmicos e fortes do ciclismo são fundamentais para o condicionamento físico, e a vantagem por trás disso vai além da força muscular ou resistência.cardiorrespiratórios

 

Junto com o condicionamento, o ciclista também passa a respirar melhor, seja na hora de praticar uma atividade física, seja também em atividades do dia-a-dia, como subir escadas ou carregar peso.

 

Com uma respiração mais constante e saudável, todo o seu sistema cardiorrespiratório se beneficia. Em outras palavras, seu coração também passará à bombear o sangue de uma forma mais ritmada.

Diminui os riscos de problemas de circulação

cardiorrespiratórios

Mas os benefícios do ciclismo não se resumem à pontos isolados na respiração ou mesmo no fortalecimento do coração. Todo o corpo se beneficia, já que as melhorias do sistema cardiorrespiratório também otimizam a circulação sanguínea.

Com a redução do colesterol e queima de gordura, a qualidade e saúde do sangue também são inquestionáveis, evitando problemas relacionados aos dois grandes inimigos da saúde do coração. Problemas circulatórios ou mesmo cãibras podem ser evitadas com a prática regular de ciclismo, acompanhada por uma alimentação saudável.